"Como ocorria em faladores Rosa Antuña assume um papel específico: além de dançar, canta e balbucia um idioma inventado - como um ser falador. A quem é dado um lugar diferenciado, à altura das ressonâncias e experimentações dos seus, digamos assim, canais de expressão.
Mais que bailarina, uma artista em plenitude" - Miguel Anunciação para o Hoje em Dia - Belo Horizonte

PRÓXIMAS APRESENTAÇÕES E WORKSHOPS

2015
* Belo Horizonte:
- 22 de setembro - CRModa - A Mulher que Cuspiu a Maçã - 19:30h (Cena-Música)
- 20 de agosto - CC Vila Santa Rita - A Mulher que cuspiu a Maçã - 19:00h (Cena-Música)
- 18 de agosto - CCJardim Guanabara - A Mulher que cuspiu a Maçã - 19:00h (Cena Música)
- 17 de julho - CRModa - A Mulher que Cuspiu a Maçã - 21:00h (Cena Música)
- 7 a 10 de maio - CCBB - A Mulher que Cuspiu a Maçã - ESTREIA NACIONAL

* Brasília
- 22, 23 e 24 de abril - Teatro da Caixa - Trilogia do Feminino

2014
* Holstebro, Dinamarca:
- 12 e 17 de dezembro - A Mulher que Cuspiu a Maçã, direção Roberta Carreri - (Núcleo de Criação Rosa Antuña) - Ensaio Aberto - work in progress - Odin Teatret

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Respeito Humano

De saco cheio. É exatamente como estou neste momento. Porque o ser humano tem o hábito de querer que os outros pensem, vistam, trepem e rezem como ele? Alguma necessidade de afirmação? Provavelmente. Já sei, já sei... a psicologia explica. Ego. Mas como isso é chato! E claro, meu ego do lado de cá se irrita com esses egos também insupórtáveis que tentam convencer os outros a serem como eles. Coisa chata.
Então é assim : você vai à sorveteria com uns amigos, escolhe um sorvete de cereja e um deles diz que você TEM que tomar o sorvete de côco! Se você não aceita nem experimentar, " porque é o melhor, como você ousa não querer?" o chato do amigo começa a insistir, então esta insistência insuportável e irritante começa a contaminar os outros amigos chatos. Você fica sozinho e completamente acuado e coagido por esses amigos insuportáveis falando insistentemente na sua cabeça que você TEM que tomar o maldito sorvete de côco, que a essas alturas para você, já se tornou um sorvete de cocô!
O que quero dizer com isso?
NÃO ME DIGAM EM QUEM EU TENHO QUE VOTAR, PORRA!
CADA UM ESCOLHE COM QUEM VAI TREPAR E EM QUEM VAI VOTAR E NINGUÉM TEM NADA COM ISSO!

e o voto é secreto.